Detalhe do Produto

ENY E O GRANDE BORDEL BRASILEIRO

ENY E O GRANDE BORDEL BRASILEIRO

Autor(a)(s): LÚCIUS DE MELLO
Editora : OBJETIVA
Assunto: ROMANCE

De R$ 39,90

Por R$ 5,99

Descrição
ISBN : 8573024658
ISBN13 :9788573024654
Páginas : 292
Publicação:2002  1ª Edição
Encadernação : BROCHURA
Formato: 16 x 23
Sinopse
Nunca houve uma dona de cabaré como Eny Cezarino. Nos anos 50 e 60 ela esteve à frente de um dos mais poderosos famosos e prestigiados templos de sexo do país: a Casa de Eny um verdadeiro cenário hollywodiano recriado na cidade de Bauru no interior paulista. Pela propriedade de 15 mil metros quadrados transitaram celebridades homens de negócios e políticos. A cafetina não media esforços para oferecer conforto e o máximo de prazer aos seus freqüentadores e para isso contava com quarenta quartos duas suítes piscina jardins saunas restaurante bares salões de festa e claro dezenas de deslumbrantes mulheres. Nesta biografia romanceada fruto de dez anos de pesquisa do jornalista Lucius de Mello o leitor vai conhecer o cotidiano deste bordel brasileiro. Os clientes famosos e suas meninas prediletas. Os segredos de alcova e os favores polítcos. Fetiches e escândalos. Prazer e vingança. Um mergulho no submundo dos anos dourados. Criada para casar com uma sólida educação familiar Eny Cezarino uma jovem paulistana de origem italiana poderia seguir tranqüilamente o mesmo caminho reservado às moças da sociedade. Mas o destino lhe reservou algumas surpresas e fez mudar o rumo de sua história. Discreta bonita e elegante ela conduziu sua vida como uma audaciosa mulher de negócios. A bela e temperamental moça que entregava marmitas nas ruas de São Paulo acabou seduzindo muitos homens e construindo seu império do prazer em Bauru. Implacável conselheira caridosa sedutora apaixonante Eny conviveu com poderosos e os mais necessitados ficou rica proprietária de vinte e seis imóveis e morreu pobre numa cama de hospital. Nunca deixou de ajudar sua família criou dezenas dos filhos das meninas de seu bordel e doava regularmente mesmo depois de perder seu patrimônio comidas e brinquedos para os orfanatos da cidade de Bauru. Morreu em 24 de agosto de 1987 aos 69 anos.